纪录片《亚马逊河上的无人机》项目

现在,他们面临极限的挑战:在整个亚马逊河流域探索我们当年穿越的奥秘。影片涵盖至今无人企及的斑达瑙无人区和亚马逊热带雨林的自然景观。寻找我们当年的向导和访问的人,用五种不同功能的无人机采集高精度位置影像,用多光谱感应器观察动物和鸟。其结果是惊人的美丽的电影,创造一个不可言喻的视觉奇观。

Agora, eles enfrentará um desafio extremo: explorar os mistérios da época em que nòs atravessamos o vale do rio Amazonas. O filme conterá a paisagem do Pantanal e da floresta Amazônica, onde é desejado por muitos, porém acessado por ninguém. Procurar os guias e pessoas entrevistados daquela época, tirar imagens que contém informações de posição utilizando 5 Drones com funções distintas, observar animais e aves utilizando câmeras multi-espectrais. Resultando em um belíssimo filme, criando um espetáculo visual indescritível.

紀錄片《亞馬遜河上的無人機》海報(2018)

儿子林克和女儿维维安娜出生在我们《穿越》旅行的途中,唯一的玩具是我们来巴西时携带的专业相机,他们把在险地生存和无人区探险当作游戏。我们为此一直深深地愧疚和力所能及的“补偿”。在儿子五岁和女儿三岁时,他们在斑达瑙遇到了第一个小伙伴。吉阿谷是斑达勒娄(斑达瑙湿地人),比儿子大七岁,比女儿大九岁。他们相互不能用语言沟通,却依恋不舍,我们为此在蛮荒险地停留了三天。后来,我们带他们回到了北京,安排他们读书,引导他们学习轮滑运动,让他们认识中国和适应都市生活。然而,他们执意返回巴西。之后是一系列的令我们意想不到。林克在返回巴西后的第一个要求是去他的出生地布鲁梅瑙(巴西德国城)旅行,随后编译了他的第一部纪录片《一月的旅行》(Viagem em Janeiro)。之后,兄妹二人以其纪录片《林克说纪录片“穿越”》(fala do Link : Documentário “Atravessando Rio Grande”)诠释了他们对我们当年的理解。林克八岁时,莫名其妙地对飞行器产生兴趣,维维安娜也开始喜欢上了绘画。这部影片是他们在三年后,沿当年《穿越》路线,惊人冒险旅行的结果 ……
 

现在,他们面临极限的挑战:在整个亚马逊河流域探索我们当年穿越的奥秘。影片涵盖至今无人企及的斑达瑙无人区和亚马逊热带雨林的自然景观。寻找我们当年的向导和访问的人,用五种不同功能的无人机采集高精度位置影像,用多光谱感应器观察动物和鸟。其结果是惊人的美丽的电影,创造一个不可言喻的视觉奇观。

 

关于《穿越》

二零零零年,中国摄影师张彦君夫妇作为策划和执行者,带着三名巴西随员,携带当时最先进的数字影像采集及户外设备,驾驶美国克莱斯勒汽车公司改装的吉普越野车、巴西造雪佛莱越野车和福特牌供给车,开始了一项史无前例的影像工程,在巴西拍摄记录电影《文化的魅力─巴西·爱之诗》。他们从“世界移民的大熔炉”圣保罗出发,抵达了第一个被命名的巴西城镇嘎纳内伊亚。沿当年来南美洲淘金客的路线,经南美洲著名的海滨城市佛罗利亚·瑙布理斯、巴拉纳州首府库里基巴、“德国城”布鲁梅瑙到达沼泽地城市米兰达,由巴西和玻利维亚边境城市古隆巴进入亚马逊河流域。在米兰达往古隆巴的途中,三名随员相继离开。进入沼泽地后不久,向导也不愿继续随行。接连意外令这个充满梦幻的文化探秘旅行变成了凶险相伴的险地求生。整个过程历时十年,共走了十六万公里,有八万三千名巴西人参与。记录电影《文化的魅力─巴西·爱之诗》(巴西葡萄牙文译名 “Atravessando Rio Grande”,意为“穿越伟大的河”)以摄影师张彦君从夫妇二人到一家四口在巴西文化探秘的传奇历程为主线,以探秘土著文化为主体,从种族文化融合的独特视角探讨巴西的社会现实,描述文化的力量。影片以图片方法感性记录了巴西民族志在多重和复杂层面上的文化现象,还第一次向世人展示泛单古、咖啡、森巴、足球等对巴西影响最深刻的种族文化,以及南美洲艳丽的自然景观和神秘的动物天堂。

参阅:林克说纪录片《穿越伟大的河》中巴电影文化展学术研讨会中国驻巴西圣保罗总领事孙容茂谈《穿越》

路线

这部影片的拍摄在斑达瑙和亚马逊热带雨林,是《穿越》所经过的最壮丽、最艰难的地域,也是整个过程最惊心动魄的部分。

斑达瑙是世界最大的湿地,雨量控制着这片广阔的高地,把一年分为雨季和旱季,呈现出完全不同的景象。同一地域的拍摄按季节分两次进行,1-3月和7-9月。
从米兰达开始,经巴西和玻利维亚边境城市古隆巴进入斑达瑙湿地,到达圭亚巴。

亚马逊热带雨林是世界上最大的雨林,聚集了250万种昆虫、上万种植物和大约2千种鸟类和哺乳动物,生活着全世界鸟类总数的五分之一。这片雨林是《穿越》所经过的最神秘的地域。拍摄分两个阶段进行,1-3月在从约瑟*保尼法修开始,延亚马逊河之流罗斯福河向北,到马德拉河,7-9月,从马德拉河汇入口,延亚马逊河干流到达贝陵。
 

事实上,整个地区的地理情况时常在变。在1836年就曾发生过有五艘停泊在岸边的葡萄牙商船,硬生生地被一个“草岛”推走。那些草全部是被亚马逊河的强劲水流连根拔起的。至今,这些“鬼岛”随时都会变更亚马逊河的地理情况,以至于航海地图每隔二十年左右就必须修订一次。

 

参阅:斑达瑙亚马逊河

摄制

陆地漂移和来自植物、动物的致命袭击,大多拍摄地很难从地面进入,没有人揭开这里的奥秘,仅留下一个又一个无果的梦想 ……

罗斯福对有关这个地区的记载如下:“我们即将进 入从未有人来过的地方,没有人知道里面的状况。从来就没有文明世界的人,没有人上溯河流源头,或者到达下游,没有 人看过我们行经的雨林。任何事都可能发生”。(阅读更多

今天,林克和微微安娜用他们的超级空中机器人(OF无人机)让这个梦想得以实现。
 

无人机飞行面临的最大问题是地磁和植被的干扰,依赖GPS将是许多意想不到。构建能在复杂环境执行的无人机是这部影片的筹备重点。

 

参阅:使用OF无人机拍摄《亚马逊河上的无人机》

Nosso filho Link e a nossa filha Viviana nesceram no meio da “Travessia”, onde o único brinquedo era a câmera profissional que trouxe para o Brasil, eles consideravam a sobrevivência em aéreas remotas e aventuras em lugares isolados uma brincadeira. Sentimos culpados e tentamos o máximo para“recuperar”. Quando o filho tinha 5 anos e a filha 3, conheceram em Pantanal o primeiro amigo deles. Thiago é um pantaneiro, é 7 anos mais velho que o meu filho, 9 anos mais velho que a minha filha. Eles não podiam se comunicar através da língua mas, mesmo assim, não conseguiam o deixar, por isso, pousamos por 3 dias em Pantanal. Depois, levamos eles de volta ao Pequim, para estudar, fazer-os apreender a patinação e conhecer a China e acostumar com a vida urbana. Depois, eles pediram a volta para o Brasil. A partir desse ponto, aconteceu uma série de coisas inacreditáveis. A primeira coisa que o Link pediu logo quando chegou foi visitar a sua cidade-natal Blumenau (a cidade alemã), e logo depois fez o seu primeiro documentário “Viagem em Janeiro”. Apòs isso, os irmãos descreveu o que eles entendiam de nòs naquela época com o documentário “Atravessando Rio Grande”. Quando o Link estava com 8 anos, começou a criar interesse por aeronaves de repente e sem explicação, Viviana começou também a gostar de desenhar. Este filme é o resultado da aventura inédita refeita por eles seguindo aquela “Travessia”.
 

Agora, eles enfrentará um desafio extremo: explorar os mistérios da época em que nòs atravessamos o vale do rio Amazonas. O filme conterá a paisagem do Pantanal e da floresta Amazônica, onde é desejado por muitos, porém acessado por ninguém. Procurar os guias e pessoas entrevistados daquela época, tirar imagens que contém informações de posição utilizando 5 Drones com funções distintas, observar animais e aves utilizando câmeras multi-espectrais. Resultando em um belíssimo filme, criando um espetáculo visual indescritível.

 

Sobre “Atravessando”

Ano de 2000, o fotògrafo chinês Yanjun Zhang junto com a sua esposa foram os planejadores e os executores do projeto, junto com 3 integrantes brasileiros, carregando o equipamento de fotografia digital e equipamentos de aventura mais avançados da época, dirigindo um jipe off-road modificado pela Chrysler Corporation; caminhonete Chevrolet modificado pelo Brasil e caminhão de suplementos da Ford, começando um projeto fotográfico nunca visto antes, filmando no Brasil o documentário “O Charme da Cultura – Poemas de Amor do Brasil”. Eles partiram de São Paulo, ‘o caldeirão cultural’, chegando em Cananéia, a primeira cidade nomeado do Brasil. Seguindo o caminho que os garimpeiros da época Colonial, passando pela famosa cidade litorânea sul-americana Florianòpolis; capital do Estado de Paraná, Curitiba; ‘a cidade alemã’ Blumenau, indo até a cidade de Miranda, e entra no vale do rio Amazonas através da cidade que está situada na divisa entre o Brasil e a Bolívia, Corumbá. No caminho de Miranda à Corumbá, os três integrantes foram nos deixando sequencialmente. Pouco tempo depois que entramos no pântano, nem o guia queria mais acompanhar-nos. Imprevistos tornaram esta viagem cheio de sonhos à uma aventura acompanhado de perigo. Ao todo, foram gastos 10 anos e 160000 de quilômetros percorridos, houve participação de 83000 brasileiros participantes. O documentário “O Charme da Cultura – Poemas de Amor do Brasil” tem como o assunto central os fatos extraodinárias ocorridos com o fotògrafo Yanjun Zhang e a sua família durante a sua exploração à cultura brasileira e o desvendamento sobre os nativos, examinar a realidade social do Brasil partindo de um ponto de vista único: a mistura cultural, descrever o poder da cultura. Este filme usa fotos para registrar de uma forma perceptiva a etnografia brasileira partindo de fenômenos culturais em planos vistas, e é a primeira vez que é demonstrado ao mundo o Fandango, café, Samba, futebol e outros elementos que marcaram profundamente a cultura étnica brasileira, e também da paisagem natural deslumbrante da América do Sul e do seu misterioso pairaíso animal.

Referência: Fala do Link: Documentário “Atravessando Rio Grande”; China and Brazil Academic Forum on documentary film Brazil – Poem of Love; Cônsul-geral da China em São Paulo Rongmao Sun comenta sobre “Atravessia”

Rota

O local de filmagem deste filme será feito em Pantanal e Floresta Amazônica, são as partes mais majestosos e difícies do “A Atravessia”, e também é a parte mais surpreendente do trajeto inteiro.

O Pantanal é a maior área húmida do planeta Terra, a aparência desse planlto é controlado pela quantidade de chuvas, dividindo o ano em duas estaçõe: seco e chuvoso, apresentando paisagens totalmente diferentes. A filmagem desse mesmo lugar será dividido em duas partes: janeiro a março, julho a setembro.
Partindo de Miranda, entrando na área húmida pela cidade situada entre a fronteira brasileira e boliviana Corumbá, e chegando em Cuiabá.

A Floresta Amazônica é a maior floresta húmida do mundo, reuniu mais de 2,5 milhões de espécies de incetos; dezenas de milhares de plantas e cerca de 2.000 espécies de pássaros e mamíferos, abrigando 1/5 da quantidade total de espécies de pássaros do mundo inteiro. Essa floresta foi o local mais misterioso que a “Atravessia” passou. A filmagem se dividirá em duas fases, de janeiro a março começará em José Bonifácio, seguindo ao Norte pelo afluente do rio Amazonas o rio Rosevelt, chegando no rio Madeira; julho a setembro, partirá da confluência do rio Madeira, e chegando em Belém pelo rio Amazonas (rio principal).
 

Na verdade, o ambiente geográfico dessa área está sempre em mudanças. Em 1836 aconteceu de 5 embarcações portugueses ancorado na costa do rio e foi levado misteriosamente por uma “ilha de gramas” (uma ilha formado por aglomerado de gramas). Essas gramas são todos arrancados pela força da correnteza do rio Amazonas. Até hoje, essas “ilhas fantasmas” mudam de posição a qualquer hora pelo ambiente geográfico do rio Amazonas, por isso vem a obrigação de atualizar o mapa de nvegação a cada vinte anos.

 

Referência: Pantanal e o Rio Amazonas

Produção

Com a terra a deriva, ataques fatais de animais e plantas, o difícil acesso ao muitos lugares de filmagem pelo solo, mistérios sem resolução, o que resta são apenas sonhos e sonhos sem resultado…

Rosevelt tem o registro abaixo sobre esta região: “Entraremos em breve, um lugar onde ninguém jamais entrou, ninguém sabe a situação lá dentro. Nunca teve pessoas civilizadas, ninguém nunca tentou chegar ao foz navegando contra a correnteza, nem seguindo a correnteza, e ninguém nunca viu lugares parecidos como este. Tudo pode acontecer”. (Leia mais)
 

Hoje, Link e Viviana utilizam o OF-AUV para realizar este sonho.

 

O maior problema enfrentado pelos Drones é a interferência magnética e de origem vegetal, depender do GPS levará à imprevisíveis. Construir Drones capazes de voar em ambientes complexas será o foco de preparo desse filme.

Referência: Utilizar OF-AUV para filmar “VANTs Sobre o Rio Amazonas”

This project set up by Editora Recurso!

If you are interested in participating, or use images. We are happy to discuss.